Intercâmbio Internacional – Mulheres, guardiãs dos sistemas alimentares sustentáveis: parcerias estratégicas para o empoderamento feminino

No seguimento da sessão Mulheres rurais, agroecologia e Covid-19, terá lugar durante o mês de julho o curso Formação e Uso das Cadernetas Agroecológicas – África.

Esta ação de construção de capacidades é uma parceria entre o projeto PAS-STP – Políticas Alimentares Sustentáveis em São Tomé e Príncipe, cofinanciado pela União Europeia e pelo Instituto Camões, implementado pela ADAPPA, IMVF e ACTUAR, o Programa SEMEAR Internacional, programa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA, implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA, o IFOAM – Organics Internacional, a Plataforma Alimenta CPLP! e a Rede das Margaridas da CPLP. 

No dia 28 de julho, a sessão será pública, e contaremos com a participação de agricultoras familiares, instituto nacional de género, doadores e agências internacionais, com o objetivo de apresentar os resultados e lições aprendidas com a ação-piloto em São Tome e Principe, e avaliar possibilidades de sinergias e parcerias estratégicas envolvendo também outros países.

Data e Hora

28 de julho

14:30
(hora de São Tomé e Príncipe)

Local

Webinar Online

Convidados:

  • Maria de Fatima – AMAGRU, Rede Margaridas CPLP
  • Emma Siliprandi – Unidade Agroecologia FAO
  • Albert Losseau – UE em STP
  • Marie Laetitia Kayisire – ONU Mulheres Moçambique
  • Ernestina Menezes Neves – Instituto de Género STP
  • Maria Íris Tavares – Projeto Paulo Freire
  • Carminda Viegas – Programa COMPRAN STP
  • Marcelin Norvilus – FIDA Africa
  • Flavia Castro – IFOAM Organics International
  • Júlio Worman – FIDA Brasil
  • Fabiana Viterbo – Semear Internacional
  • Rodolfo Daldegan – IICA – Brasil
  • Patrícia Alegria – Plataforma AlimentaCPLP!
  • Joana Dias (Facilitadora) – ACTUAR/PAS-STP

Parceiros:

PAS – Políticas Alimentares Sustentáveis
Projeto cofinanciado pela União Europeia e Instituto Camões, e implementado pela ACTUAR – Associação para a Cooperação e o Desenvolvimento, ADAPPA – Associação para Desenvolvimento Agro-Pecuário e Protecção de Ambiente e IMVF – Instituto Marquês de Valle Flor. Implementado desde 2019, o projeto tem como objetivo contribuir para a boa governação multi-atores para a segurança alimentar e nutricional e para o desenvolvimento sustentável e inclusivo em São Tomé e Príncipe, contribuindo ainda para a realização do direito humano à alimentação e nutrição adequadas. Nesse sentido, visa reforçar a participação da sociedade civil e as suas capacidades para discussão e monitoramento da implementação de políticas públicas com impacto no acesso e gestão dos recursos naturais, redução da pobreza e da insegurança alimentar e nutricional.

FIDA (O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola)
O Semear Internacional é um programa de gestão do conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil, cujo objetivo é facilitar o acesso a saberes, inovações e boas práticas que possam ser adotados e replicados pela população rural para melhorar suas condições de vida e promover o desenvolvimento sustentável e equitativo da região. O Semear Internacional é um programa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA, e implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA.

IICA (Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura)
O Semear Internacional é um programa de gestão do conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil, cujo objetivo é facilitar o acesso a saberes, inovações e boas práticas que possam ser adotados e replicados pela população rural para melhorar suas condições de vida e promover o desenvolvimento sustentável e equitativo da região. O Semear Internacional é um programa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA, e implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA.

Programa Semear Internacional
O Semear Internacional é um programa de gestão do conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil, cujo objetivo é facilitar o acesso a saberes, inovações e boas práticas que possam ser adotados e replicados pela população rural para melhorar suas condições de vida e promover o desenvolvimento sustentável e equitativo da região. O Semear Internacional é um programa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA, e implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA.


Governo do Estado do Ceará


 

Projeto Paulo Freire
O Projeto Paulo Freire (PPF) é uma execução da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), por meio do Acordo de Empréstimo nº I-882-BR/E-17-BR do Governo do Estado do Ceará celebrado com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).O Projeto objetiva reduzir a pobreza e elevar o padrão de vida de agricultores familiares de em condições de extrema pobreza e pobreza de 31 municípios cearenses, em 600 comunidades rurais com baixo Índice de Desenvolvimento Humano, através do desenvolvimento do capital social e humano e da produção sustentável para aumento da renda a partir de fontes agrícolas e não agrícolas com foco prioritário nos jovens, mulheres e povos tradicionais.

IFOAM – Organics International
Fundada em 1972, a IFOAM – Organics International é uma organização baseada em membros que trabalha para trazer a verdadeira sustentabilidade à agricultura em todo o mundo. Promove a construção de capacidades para facilitar a transição dos agricultores para a agricultura biológica e agroecológica, conscientizando sobre a necessidade de produção e consumo sustentáveis e defendendo um ambiente político propício às práticas agrícolas agroecológicas e ao desenvolvimento sustentável.

A IFOAM – Organics International encontra-se a promover a segunda edição em português do curso de formação em Liderança para a Agroecologia e Agricultura Biológica, implementada em Sao Tomé e Príncipe, pelo projeto Organic Markets for Development (OM4D).

Rede das Margaridas da CPLP
Rede regional que atua como facilitadora para apoiar a participação das lideranças de mulheres rurais nos espaços de governança e no sentido de visibilizar, articular e fortalecer a luta pelos direitos das mulheres como medida prioritária para a erradicação da pobreza e estratégia para o desenvolvimento socioeconómico efetivo sustentável. A Rede das Margaridas visa alertar para a urgência e papel prioritário das mulheres rurais para a realização do Direito Humano à Alimentação e Nutrição Adequadas (DHANA) e para a promoção da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional. A rede integra o Mecanismo para a Facilitação da Participação da Sociedade Civil no CONSAN-CPLP (MSC-CONSAN). 

Plataforma “Alimenta CPLP!”
Lançada em Abril de 2020, a Plataforma Alimenta CPLP! visa fortalecer a troca de informação, intercâmbios de conhecimentos e construir ações para mitigação dos impactos da crise alimentar ampliada pela pandemia da Covid-19 na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), envolvendo os governos, o setor privado, a academia, a sociedade civil e parceiros para o desenvolvimento. Mais informações disponíveis em https://alimentacplp.com/.